quinta-feira, 19 de maio de 2011

Dois ponto um, e quatro dias!


-estou cansada dos dias,
como se suportasse nas costas o peso de longos e intermináveis anos,
e como se os viesse vivendo a muito tempo...
Não aguento a juventude que se fortalece,
nem a velhice que grita de dentro de mim, reclamando sua hora.
Estou cansada do peso do mundo, que só quer meu colo,
e se prende às minhas costas! Estou calejada de tanto caminhar, sem encontrar horizontes!
Espero o fim, e um simples epitáfio, apenas.
O último momento das dores,


---x---X---x---

Mais um Aniversário pra mim...

5 comentários:

Evelyn Colaço . disse...

Deixando de lados os números que são acrescentados, é bom olhar para o passado e perceber tantas estações vividas.

Beijos Nine

Valéria Sorohan disse...

Parabéns! A vida é um perpétuo descortinar-se.

BeijooO*

Mário Campello disse...

Nine...
Nunca serás "apenas mais uma"...

Ela disse...

E hoje eu, a menos de 8 horas de distância de mais um amanhã que trás consigo horizontes desconhecidos. e eu já estou tão cansada. porque isso?
São apenas 23, mas são milhões de motivos que se entrelaçam e me envolvem, são milhões de minutos que passam descontrolados a me envelhecer, rebelando toda essa vitalidade que urra dentro de mim.
Sufocada.
Eu não quero colo, nem quero dar colo.
Eu só quero correr, compreensível?

Suspiros de uma Mariposa Apaixonada disse...

Também sofria com essa inquietude dentro de mim. Os anos que passavam rápido demais, os dias que escorregavam pelas mãos. A vida que quase não deixava memórias de tão fugaz.
Mas de repente tudo muda dentro da gente e até parece que o tempo pára.

Fazia tempo que eu não passava por aqui pq ando vivendo mais dentro de mim do que fora. Os seus textos continuam lindos.

beijoca.
Michelle

Ocorreu um erro neste gadget