segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Com que cara eu vou?


Bate a dúvida amarga,
frente à porta, na saída:
"E agora, com que cara eu vou?"
O mundo lá fora espera,
meu semblante paradigmático,
pincelado precisamente,
para a peça cotidiana.
E endoido, por ter perdido a máscara,
com que cobria as impetuosidades,
por ter a cara nua em pêlo,
estampada de verdade inata.


E agora com que cara
me desculpo,
me redimo ante ao assombro humano?


Não é certo, não é certo,
se mostrar inteiramente,
ter a face descoberta de mentiras,
de ilusões, de pré-conceitos, de conformismo...
Despadronizado. Quase Criminoso!
Quem me vê, regurgita o discurso
repetido, infame, acusador!


E me pergunto com que cara,
eu reajo,
me defendo da acusação humana.


Se vou, ou se fico,
se imito, ou se sou,
de cara nua,
não fico...
'Visto' a cara mais lavada do mundo!
Vou de cara (e coragem)!
Desmascara(n)do...

3 comentários:

ERICK MOURA disse...

é fato, tera texto do seu blog na proxima lista dos melhores do mes.

sobre o texto. use sua mascara, porem uma mascara sua, pintada de cores fortes, para se proteger.
e va fazendo com que o mundo aceite essa mascara ate que um dia voce possa tirar e mostrar seu rosto de uma forma que ninguem cogite.

PS:TEM TEXTO NOVO NO MEU BLOG

ERICK MOURA

~~* Lila *~~ disse...

Pois é verdade
tds usam mascaras para conviver no nosso mundo =/

bjinhuuus

QueL MoraeS disse...

Máscaras... más caras...
Dizer que não vivemos com máscaras seria uma gigantesca mentiraa; concordo com o cara do comentário acima: já que nos condenam por sermos o q somos, nossas máscaras devem ter o nosso jeito!
[É tão assustador falar sobre isso...]
O bom é que ainda tem gente q compreende nosso rosto descoberto.
Obrigado po td!! \o/
Realmente, as meninas da ft precisavam ter mais cabelo... eu ainda vou desenhar.
SDD's!
Q Deus te abençoe!
Beeijoo!

Ocorreu um erro neste gadget