sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Luta pela Sobrevivência


Que viva o mais apto,
o que num delírio instintivo,
possa, pelo acaso mínimo conhecido,
ser mutante passivo,
sem escolhas,
e perpassar a barreira imune da morte,
perpetuando sua raça nobre.
Diz a justa lei da Natureza.


Homem miserável,
criatura singular e parca,
Nojenta, invenerada*!
Crê, ser o centro de tudo,
e de tudo, quer um pouco,
esquecendo, que é criação igual a todos os outros,
esquecendo, que o seu destino, é a decomposição pelos saprófagos.


E que morra,
tendo acometido o mundo,
de sua ignorância ingrata,
desdenhando os milhões de mudos,
seres incapazes de dizer com palavras o sofrimento.


Mas antes, que passe adiante a informação espúria,
o manual embolorado e podre,
evidenciando as fraquezas torpes,
e os delírios ingênuos, e as safadezas incautas!


Sim,
é luta vã e desacreditada,
usar a forca, da humanidade dilacerada,
para sobreviver às consequencias premeditadas,
pelas ações idiotas e sujas,
dos que por inconsciência malévola,
perpassaram genes tão ruins.
PS: Pena, que a justa lei da Natureza, favoreça algo tão ruim, que é essa essência nojenta de uma raça tão Egoísta!
* Invenerada- licensa poética: que não possui motivos de veneração.



9 comentários:

Leonardo B. disse...

[os alicerces dos mandamentos que atribuem a homem o "dominio sobre todas as coisas", estão a ficar bolorentos; o homem que "respira", não domina, vive como parceiro... dessa natureza, que não pertence a ninguém, apesar da palavra "direito"... essa, vale o que vale; diante os dilúvios, afoga-se tão breve como quem a inventou]

um imenso abraço, Nine

Leonardo B.

Luan Fernando disse...

Você escreve perfeitamente bem querida, fico encantada a cada vez que passo por aqui.
Gostaria de saber porque a ignorância perpetua, mas em minha inconsciência ainda me sobra esperança.
Beijos de Juliane.
Tenha um ótimo fim de semana!

Allyne Araújo disse...

nossa nine! que texto sincero, confesso que adorei, e que pena, mesmo, a natureza criar seres assim.. bjos!

M. D. Amado disse...

o.O

Cada vez mais boquiaberto com vc.

Beijos!

Mamello disse...

Estão nos matando... lentamente.
Pobres de nós.

Saudades de ti!
Adorei sua visita.
=*

QueL MoraeS disse...

Hum... =/
Estamos aí nesse 'bolo' que você descreveu, né?!

Me sinto inútil após este texto.

Ainda dá pra mudar. Pelo menos eu [acho].

=*

Ricardo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cau Metal Amorim disse...

muito loco Nine!!!
deveria até ser colocado em algum livro de biologia, pra lembrar a todos de nossa essência animal

bjoXD

Menina Misteriosa disse...

Se é uma pena seria, realmente, justa?
Me fez pensar... gosto disso...
Boa semana,
Um beijo

http://meninamisteriosa.wordpress.com/
http://www.aceuabertodaboca.blogspot.com/

Ocorreu um erro neste gadget