sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Tratado da inverossimilhança ou Medo do amor


De concretos, só os medos, porque os sentimentos não tem simetria bilateral. O medo tem. E tem dorso e ventre, e cabeça e cauda. Se faz intenso de todos os lados e pontiagudo. Em mim, e na face de lá do espelho.De lados trocados, acena para o que aspirava ser certeza, e insinua-se permissivo para a paz.

Sim, não há como prever as consequências da quebra em milhões de pedaços distintos, já que cada parte reflete quase a completude do objeto estático. Deprime os limites, e focaliza o indesejado. O medo quebrado, liberta-se de lá e vai habitar o vento. Ser uma verdade dispersa, e quase apalpável pelos olhos. No fim das contas, revela-se um sussurro escondido: um nome improvável escutado no silêncio duvidoso dalguma cortina refém de janelas.

Nos olhos, os reflexos obscuros materializam no inconsciente sensações quase reais. Reações aos estímulos fantasmagóricos e ludibriantes. O coração que acelera, as mãos que suam frio, o estômago que parece sumir... Há até quem confunda, quem se deixe levar, e baixe a guarda. Contra o amor, não há armas, ou defesas que mantenham-se.

Na verdade, é o medo imenso liberto que vem, aos poucos, calçar as certezas. Dele, há de se esperar atento as indicações precisas, e preparar-se psicologicamente para a surpresa que virá, por fim.

5 comentários:

Valéria disse...

Menina! alguém tem que te descobrir...escreve pacas!!! Nunca visualizei o medo assim...com cauda.

BeijooO

disse...

Alguém tem que te descobrir [2]

Adoro quando voce descreve um sentimento, parece verdadeiramente concreto. Algo que se define, que se conhece e se sabe, e o medo é isso, exatamente isso.
E quem disse que é todo ruim? :)

amei.

M. D. Amado disse...

O problema comigo é que o medo só mostra a cabeça e a cauda, quando o amor já está em estágo avançado de ocupação da razão. rsrsrs

Lindo texto!

Rodrigo Fenty disse...

oxxe Nine nem te conto.. eu naum estou mais em PE , estou morando agora em RN pq estou na marinha como recruta... passo o dia todo no quartel e tenho muito pouco tempo para entrar na internet. Nem televisão estou assistindo mais, aff..
as palavras estão presas aqui dentro, mescladas com o sentimento, mas naum tenho tempo suficiente para postar...
Sinto tanta falta de ler teu blog ..
mas foi por causa disso viu que eu sumi .. vo botar um aviso no blog, he uma falta de respeito com os leitores deixar de postar assim.

Beijo grande!!
Abraço!!
fui!

Menina Misteriosa disse...

Fiquei até sem palavras.
Acho que ando confundindo os dois...
Gostei muito!
Beijos

http://meninamisteriosa.wordpress.com/
http://www.aceuabertodaboca.blogspot.com/

Ocorreu um erro neste gadget