domingo, 24 de maio de 2009

Quem não tem poesia, Improvisa...


Quer saber,
à merda esse medo impiedoso!
Vou dizer o que podia ter dito,
mas emudeci...


Queria dizer, o quanto és importante,
o quanto te amei, e te amo, há tanto tempo,
que as conversas rasas, e os risos mornos, escondem em sua essência essa saudade derradeira,
tão profunda, que impregna meus versos de melancolia...
Sandices lacrimais, egos aleijados,
tudo idiotice!!!



Por que não tenho coragem? Por que simplesmente não fecho olhos e digo, e ponto final?!


Eu te amo e pronto, não sei como viver uma vida sem você, como construir uma história sem o teu sorriso largo, sem o teu abraço apertado, sem a tua fala meiga, teu jeito louco...
Tua mão sobre a minha, encaixada, da forma que toquei só uma vez,
mão de percussionista habilidoso, que não deixa ao tambor escolhas de talvez,
que toca uma melodia nova, batucando, butucando meu coração acelerado, delirando, hipnotizado em teu exercicio maestro de meu dono,
de arrepio, de desejo incauto, intriseco,
e uma mente, que de ti não sai, e desespera quando por um instante sai do pensamento...
Quero amar-te sem restriçoes de palavras, sem apregoar nas entrelinhas invisíveis, lindos versos, sentimentos-poesia,
poder unir minha canção á tua, ter voce como meu pinguim pra sempre...
E me aconchegar no teu abraço, e esperar a eternidade, simplesmente...
Mas não posso dizer-te, e angustio não saber do tempo, o encanto da vida, não poder fazer sala ao destino, pois ele não chega, e não amarra as oportunidades em asas de borboletas...
queria que naquele dia, naquele instante calmo, ter fechado os olhos, e mergulhado na tua boca, para sempre....




credito da imagem: http://lifeonadraw.weebly.com/index.html

6 comentários:

Amanda Luíze disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Amanda Luíze disse...

Ah!... os sentimentos avassaladores. Tão bom senti-los quando estamos em unidade com a pessoa que amamos. E, na mesma proporção vem o desejo de arrancá-los do nosso peito numa cachoeira de palavras que parece folgar nosso coração daquele sentimento guardado. Nem as palavras são capazes de expressá-los, porém nos trazem, e nem sempre, o alívio que precisamos.

Adorei seus textos.

Beijos

Amanda Luíze disse...

Obrigada pelo comentário. Seja sempre bem-vinda lá no meu espaço. Beijos

L. disse...

uau!
vc realmente quer amar...
:]

QueL MoraeS disse...

UhuuuuUUuU!!
Q coragem, heIn?!
Demaaaaaaaais, Nine!
BeijO!

Anônimo disse...

Por quem é esse amor todo que você sente?

Ocorreu um erro neste gadget