segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Segredos...

Não tenho como descrever a sensação que tenho de nudez...
De ver meus segredos serem ditos ruidosamente,
e lapidados por qualquer interpretação alheia...
Não posso mais recorrer a eles, quando tento fugir do mundo,
pois não são mais meus...
Foram arrancados à força, e em seu lugar, o espaço vazio fica, em carne viva...
Não gosto que saibam mais de mim, do que o pouco que conto, e mascaro,
em tons agudos e cores fantasia.
Quero mergulhar em meu mistério de volta, quando meus segredos, faziam do meu interior uma nascente de versos, e cantos.
Quero meus cantos invisíveis inteiramente rabiscados, com os nomes das paixões,
e os gritos de resistência.
Quero meu interior de volta, mergulhado em medo, protegido por muros altos, para guardar os segredos.
Mas, fui deixar os muros serem derrubados. Por consequência, os segredos foram surrupiados um a um .
Por isso, me sinto nua e com as perspectivas incompletas.
PS: Precisava urgente dizer isso, e se der, mais tarde posto o que pretendia: Um poeminha feliz...
Mas, como nao podemos adivinhar as coisas, o acaso vem me trazendo situações adversas, soterrando de vez, minha calmaria...
Quero meus segredos escondidos, caramba! Mas agora, eles são tidos como atrações de circo, e saem da 'lona' familiar, para a esfera mundial!
Saco...

7 comentários:

Juliane S. Rocha disse...

É melhor viver nu
Do que se mascarar
E viver uma mentira.
Beijos... Ótima semana!

Rodrigo Fenty disse...

Entendo sua exigência e acho que vc está certa...Na verdade penso que nem é exigência e sim uma necessidade. Nossos segredos são algo individualmente nossos, algo com o qual nos acostumamos a viver, eu converso com os meus segredos e não consigo imaginar como seria se eles fossem expostos... SE sentir nu (livre) é uma coisa, tenho certeza que não foi esse o sentimento de Nine nesse texto...
Ainda há tempo Nine, obtenha novos segredos com o simples ato de viver...
Vista-se!!

Rodrigo Fenty disse...

hmm... pode pedir...

BjO grande !!

Cau Metal Amorim disse...

sempre q qero descarregar algo escrevo o mais subjetivo possível, mas mesmo assim corro o risco de pessoas decifrarem meus segredos..
Nine vc é d+!.
adorei..
bjux..

ERICK MOURA disse...

Oo
fiquei até assustado com o que vi,.
é muito ruim quando um segredo sai de uma ordem onde era pra estar.
espero ver o texto mais alegre que voce vai postar, porque nao fiquei feliz por esse.
voltei com o blog ontem, hoje eu to dando uma passada nos blgs que eu sou seguidor, como sao muitos nao posso parar pra ler todos os textos, ai to ledo por parte.
mas espero voce por la, vendo as atraçoes do circo. huauhauha

bjao pra tu sua menina, tava com saudades disso aqui ja
:D

ERICK MOURA

Rodrigo Fenty disse...

Oxe Nine claro que podes contar comigo... Agora me explica como faz essas marcações, não sei como...
Abraço!!

QueL MoraeS disse...

Ai, Nine, desculpa, senti a dor do início do texto, mas eu ri no final.
Eu me lembrei de tantos segredos, folhas secas que eu guardava, que se espalharam com o vento de opiniões [e indiscrições]; nada ficou do MEU jeito.
É a vida. Ela rima com REconstrução.
Feridas novas, células novas, tecidos novos (xD), segredos novos e a vida de sempre, movida pelo seu coração poético.
Surpresa toda vez que passo aqui.
AmooOoo muito, amiga!
=*

Ocorreu um erro neste gadget