segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Expectativas...


O tempo, é uma ilusão, que existe apenas na mente do ser humano. Nós, que resolvemos contar os dias, um a um. No espaço, o tempo não existe. O que há é matéria, e sucessões metereológicas de estações, e de dia e noite, mas nada muito fragmentado, como os segundos, as horas, ou o que seja.


Antes disso, o antes-do homem (ou macaco, de acordo com a filosofia do Nietzsche)*, era ainda um primata, sem consciência de ‘ser’. Ele vive de acordo com o que lhe é dado pela natureza, pois ele não sabe que existirá um amanhã (ainda não há consciência da sucessão de tempo.). Para ele, o momento presente, é a realidade mais importante. Depois, vê uma bela árvore sendo incendiada após ser atingida por um raio, e vê companheiros morrendo. Não conhecia o fogo, e não tinha consciência da morte, pois para isso, precisaria antes saber que estava vivo, e ele não sabia. Mas quando vê o fogo, e percebe que veio do céu, de alguma força mágica, que suas mãos não podiam tocar, e que os olhos não podiam ver, inicia-se então a Crença.


A partir daí, o homem desenvolve cultura, fala, escrita, aprende a manipular a natureza, e fazer cultos religiosos. Vem os Patriarcas, os clãs, as propriedades, as trocas, os sacerdotes... Polegar opositor, telencéfalo bem desenvolvido, humanidade manipulando todas as formas de vida. Vem a tecnologia, os pensadores, e as dúvidas que ainda assolam a humanidade.


O homem mudou o hábito alimentar, a forma de vestir, de morar. Povoou toda a terra, e hoje, não há um lugar sequer, que não tenha sido descoberto. O macaco que antes contemplava as estrelas, agora faz cálculos precisos de distâncias, e estima probabilidades de visita. Eia! Homem.
Um dia, descobrirá todo o espaço, levando suas descobertas. Talvez, haja no espaço, alguma civilização sem crenças, e estes verão chegar do céu, algo sobrenatural que seus olhos e antepassados nunca viram...



Seremos os deuses que tentamos ser aqui na Terra, e não conseguimos! E nunca chegaremos a ser o Além-do-Homem.


De fato, o tempo não existe, e nos perdemos em devanear um futuro incerto. Como nossos avós, os ‘macacos’**, deveríamos nos preocupar mais com o agora, e não nos dilacerar com o passado, ou gastar energia em planejar o futuro que nunca chega.


Vai virar 2010, e pretendo não entrar nele com muitas expectativas.Vou tentar degustá-lo aos poucos, me desapegar cada vez mais dessas tantas coisas do mundo, que só servem para aumentar o sofrimento. Quero me descobriri mais, ler mais, pensar mais, e chegar a conclusões. O legal, é que isso tudo eu posso fazer no tempo presente. 2010 pra mim, começa hoje!



*é apenas uma referência ao Nietzsche, para mostrar como suas idéias, influenciaram o meu pensamento na frase. O objetivo NÃO é explicar as idéias dele.
**Por favor, não estou dizendo que o homem veio do macaco. Ainda é referencia ao pensamento do Nietzsche.
PS: Não sei se foi interessante...Mas, ainda dá pra ler o post de baixo!rsrsrsr...Abraços cordiais, e ótimo 2010...

7 comentários:

Rodrigo Fenty disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rodrigo Fenty disse...

Depois que li esse texto minha concepção de tempo ficou mais confusa... Eu particularmente tenho a impressão que o tempo (o existente tempo) vem passando cada vez mais rápido a cada dia que se passa, mas o DIA por si só tbm é uma contagem de tempo criada pelo homem assim como o ano, a década entre outros...e se realmente o tempo for algo que não existe ?? ai meu Deus essa Nine tem cada uma que complica minha cabeça..rsrs
Contudo, acho que viver o presente é a melhor forma de aproveitar a vida, mas sem deixar de almejar coisas melhores claro.
É isso.

***MissUniversoPróprio*** disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
***MissUniversoPróprio*** disse...

Um dia de cada vez, para degustar deliciosamente cada sabor que o cotidiano nos trás. ;)

Beijocas, flor querida!

Um ano novo bem lindo pra ti, viu, flor?

Rodrigo Fenty disse...

Oi Nine Muito Obrigado pelos elogios!! vc que parece ser muito inteligente.

Eu me agrado muito da sua forma de escrever e mais que isso, da sua forma de pensar, o interesse pela forma de pensar das pessoas e a visão de mundo de cada uma delas é algo que sempre andou comigo...quando leio seus textos consigo formular melhor minhas opiniões, ou fortalecê-las.

E em relação ao sofrimento, concordo com seu comentário, aliás, é exatamente isso, vc disse tudo: Não devemos enxergar nossa felicidade nas pessoas, pois ela está dentro de nós mesmos...

Pois é, realmente não temos mais condições de tirar um dia somente para apreciá-lo, que pena né?? talvez por isso minha impressão do adiantamento do tempo ...

Bom, vou ficando por aqui...
Feliz ano novo pra vc ! Seja feliz. Tudo de mais perfeito!! bj!

Del... disse...

Nineeee...passei pra te desejar um feliz 2010!!
Saudades amigaaaaaaaa!!
grande bjo :*

Cau Metal Amorim disse...

nine!!!..
como vc tá?!!
adoro o q vc escreve
vejo q leu zaratustra..kk


fica na paz menina
bjux..

Ocorreu um erro neste gadget